Restaurantes que valem a pena

Restaurantes que valem a pena

Acolhedor de inverno e refrescante de verão, a originalidade deste espaço deve-se a uma ideia de Vitor Rosa, conhecido no Alandroal como o homem que “pinta pedras”. O que ele imaginou foi a criação de um pátio alentejano de alto pé-direito, no qual funciona a sala de jantar e que reconstitui a arquitectura rural dos povoados alentejanos com todo o ambiente campestre. Nas paredes interiores foram pintadas as fachadas de casas rurais, com varandas de ferro forjado, as janelas decoradas com vasos de flores e estendais de roupa a secar.
O restaurante divulga e promove o artesanato local e alguns produtos alimentares, como queijos e presuntos.
Da ementa recomenda-se o cozido de grão, saboroso e perfumado; o borrego à Tia Maria, refogado em vinho tinto, e uns magníficos pezinhos de coentrada.
Não deixe de provar as entradas, que são vastas e apetitosas, e os petiscos.
Nos doces primam os conventuais, nomeadamente as queijadinhas com amêndoa e pão de rala.

 

Planície Central