Restaurante A Maria… desde 01/10/1993

 

Com sotaque alentejano, Maria conta que aprendeu com o pai (cozinheiro na India), trabalhou desde nova no restaurante da mãe, mas sempre sonhou ter um que fosse seu; onde pusesse em práticas ideias de culinária de livros ou revistas e fruto da sua imaginação.

Um dia o sonho concretizou-se. Recebeu um antigo celeiro em partilhas e percebeu que ali estava a oportunidade da sua vida. “Queria chamar as pessoas ao Alandroal”, recorda para justificar que o seu restaurante tinha de ser mesmo bom.
Todos estes anos depois da inauguração, pode recostar-se na cadeira e gozar a sensação de missão cumprida. As pessoas chegam de todos os pontos do país e, como lembra o senhor Cândido, “nunca se vão embora sem se despedirem de nós.”

Se a comida é, de facto, o centro das atenções, os clientes são o alvo dos cuidados dos proprietários.